A Produção Cinematográfica e os Quadrinhos

Olá, querido leitor.

Hoje vamos falar a respeito da associação existente entre os Quadrinhos e as Produções Cinematográficas.

Atenção que, quando falo sobre as tais Produções Cinematográficas, não estou me referindo somente aos trabalhos criados para o cinema, mas também sobre aqueles criados para seriados ou até mesmo curta metragens.

Recentemente me deparei com um mangá novo que foi criado com base no seriado Sherlock da BBC (British Broadcasting Corporation). Os episódios do seriado contém aproximadamente 90 minutos cada (cerca de uma hora e meia). Se você parar para se questionar qual o objetivo de um episódio de seriado ter tanto tempo de duração, eu estou aqui para sanar suas dúvidas.

Pense comigo: Sherlock é uma série de temática investigativa envolvendo assuntos policiais complexos com deduções fantásticas e manipulação de vários detalhes da trama, seguindo o conteúdo das obras às quais a série foi baseada: livros de Sir Arthur Conan Doyle.

Capa retirada do site MangaFox do Volume A Study in Pink.
Capa retirada do site MangaFox do Volume A Study in Pink.
 Benedict Cumberbatch (Sherlock Holmes) e Martin Freeman (Dr. James Watson) em fotografia do seriado Sherlock da BBC
Benedict Cumberbatch (Sherlock Holmes) e Martin Freeman (Dr. James Watson) em fotografia do seriado Sherlock da BBC

Todo episódio trata de um caso em específico (assim como os volumes do mangá). Dessa forma, fragmentar um único caso deixaria o telespectador confuso, visto que, em diversos momentos no decorrer do episódio, são mostrados detalhes para a resolução final do problema apresentado logo no início.

  •  Mas em quê, finalmente, a Produção Cinematográfica se associa aos Quadrinhos?

Para aqueles que já produziram algum quadrinho/fanzine/doushinji é mais fácil notar essa associação devido ao conhecimento sobre o passo a passo da linha de produção da arte sequencial.

Observe que, ao produzir uma página de quadrinho, a visão do artista nunca está necessariamente voltada para a estética da obra, mas sim para o objetivo do conteúdo. Isso ocorre com mais frequência quando o artista trabalha com prazos e limite de páginas.

Cada página é equivalente a um espaço limitado em que o desenhista precisa se focar nos principais elementos da cena que ele deseja exaltar.

Cenas cortadas do episódio de Sherlock da BBC - A Study in Pink
Cenas cortadas do episódio de Sherlock da BBC – A Study in Pink
  • Por exemplo:

Imagine que, diante de determinada cena de tensão em certo quadrinho, o seu protagonista está sob tanta pressão que, ao sair correndo da sala de aula, ele esbarra na mesinha de sua professora e acaba por derrubar o vaso favorito dela com as flores colhidas pelos outros alunos da turma.

Imaginou a cena?

Agora pense em como passar isso para uma única página do seu quadrinho. Achou fácil? E se eu te pedir para fazer isso em apenas dois quadros? Ainda acha simples? Se sim, parabéns, você tem uma boa visão de transformação cinematográfica em quadrinhos.

A resolução é simples: é possível usar um quadro grande com a imagem do protagonista em uma expressão de tensão enquanto corre na direção da saída da sala. Desenha-se seus colegas com expressões de medo ou confusão ao redor da sala para dar ênfase no quanto a atitude do protagonista é inesperada.

Nesse grande quadro, pode-se desenhar inclusive a mesinha da professora sendo mexida de lugar com a passagem do personagem principal e o vaso “dançando” no lugar onde deveria estar.

O segundo quadro na mesma página é o fechamento da cena com um choque de ação. O vaso com as flores se espatifando no chão da sala com cacos de vidro e flores colhidas pra tudo que é lado.

Fim de cena.

As produções cinematográficas possuem diversos recursos que são utilizados também nos quadrinhos. Dessa vez, nossa conversa foi sobre o Objetivismo na sequência de quadros de uma obra em arte sequencial.

Espero encontrá-los novamente em nosso próximo assunto! Até lá!

Salvar

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s