Eruvë: Episódio 8

Então! Vocês votaram e  hoje, no Eruve Day, temos o vencedor! KILLIANH!

podium2-0

Com uma margem confortável de 38,89%, o nosso Amado Bardo, arrematou o primeiro lugar e vocês podem conferir os votos e porcentagens na barra lateral do blog.

Agora vamos ao que interessa. Eu prometi mais informações sobre o vencedor da enquete e as dividi em três blocos: Ficha comum, Criação e Informações para RPG.

Curiosidade: O Killianh foi o segundo personagem desenhado para Eruvë. Vejam o antes e depois:

Antes e bem, beeem depois, apenas 9 anos
Antes e bem, beeem depois, apenas 9 anos
  • Nome: Killianh de Nyrillian
  • Alcunha: Bardo Moeda Furada.
  • Raça: ¼ Elfo Silvestre/ Humano.
  • Idade Aparente: 18 anos;
  • Idade Real: 45 anos;
  • Altura: 1,78m;
  • Peso: 72kg;
  • Cabelos: Loiro escuro;
  • Olhos: Castanho (Direito), Verde (Esquerdo);
  • Pele: Levemente Bronzeada;
  • Natural de: Continente Rubro, Região Sul, cidade do Vale de Nyrillian.
  • Aniversário: 12/Dezembro/ 4320 (2819 N.R.)
  • Tipo sanguíneo: O-

barbinha

Psicológico: Engraçado, carismático, gentil, manipulador, magnético, persuasivo.

Killianh faz uma junção da boa lábia de comerciante de sua mãe com a manha de ser um bardo herdada de seu pai.

Apesar de fiel com seus amigos, e até bem disposto a ajudar os outros, tem um lado desconfiado e levemente paranóico por causa da sua infância.

Histórico:

Killianh é filho de um Bardo humano que alcançou a cidade do Vale de Nyrillian, lugarejo mais distante do reino élfico das terras baixas que ainda mantinha contato razoável com os seres humanos no período do Lapidário.

 Meio Elfos não costumam se casar, pois já enfrentam bastante preconceito. Fica claro a mistura na sua aparência destoante dos demais elfos.

O Pai de Killianh parou de viajar e morreu de velhice, mas Killianh era muito novo e não tem recordações dele. Quando seu tempo começou a desacelerar, por volta dos 15 anos, ele já ajudava sua mãe nos afazeres como artesã e pode compreender algumas dificuldades de não ser um “elfo puro”.

Aos 25 anos, no festival de Solstício de Inverno, teve o primeiro contato com a princesa e herdeira do trono élfico das terras baixas. Desde então nutrem um forte vínculo de amizade, fazendo com que o jovem bardo faça jornadas periódicas às imediações de Alcaoste nas profundezas da floresta Anciã.

Passam-se 20 anos desde o primeiro encontro e Killianh agora já teve contato com os vilarejos circunvizinhos. Ele  exercita a profissão de bardo, levando histórias de um lado para o outro, fazendo com que suas visitas em Alcaoste sejam sempre muito esperadas pela Princesa élfica, no entanto, mal visto pelos demais elfos.

Estilo: Killianh não tem um estilo de luta desenvolvido para uso de armas, embora carregue uma espada curta. A espada funciona para sua sobrevivência em caçar e se manter seguro de ladrões de estrada.

Seu principal forte são as informações. Exemplos: ele sabe qual cerco regional está mal das pernas no mercado, ouve as histórias de onde os bandos de ladrões andam e esta sempre muito bem informado. Assim ele evita lutas desnecessárias.

PS.: Idade do Killianh é Sua idade aparente x 2,5

lalalalal

Sobre a Criação do Bardo Moeda Furada:

 O Killianh foi um personagem imaginado desde o começo como um alívio cômico da história.

Quando eu pensei em fazer um romance com elfos, já tinha influência de jogos on-line como: MU, Line Age, e animes (Caçadora de Elfas e Record of de Lodoss War). 

Além de ter construído os personagens ao modo do estilo nos anos 90 (as orelhas longas ainda são remanescentes da época). Posteriormente, com os filmes de Senhor dos Anéis, esse desejo de fazer uma história medieval só crescia. Passei por um hiatos nos desenhos para me aprofundar no RPG e amadurecer o universo de Amalgaid, mas a ideia do Bardo companheiro da minha elfinha protagonista nunca se apagou.

O nome Killianh foi sugestão de uma amiga e mantive até hoje, em respeito e homenagem a ela.

Sobre o desenho dele, a ideia não mudou tanto. Um cabelo repicado loiro, os olhos de cores diferentes por ser mestiço, o corpo comprido e saudável, bonito, porém desleixado. No começo ele era esgrimista, hoje em dia esse tipo de arte sequer existe no universo de Amalgaid.

Eu gosto de desenha-lo, pensar nas frases de humor, nas coisas sem noção. Ainda não pude explorar todos os seus talentos, mas o Entreposto Comercial está ai pra isso. Poder mostra-lo interagindo com outras pessoas e explorando sua forma de falar e negociar é o que quero.

As vestimentas pensadas para ele eram as mais básicas de um aventureiro de RPG: um manto, uma roupa de couro e luvas. Hoje em dia, ele dispõe de um chapéu mais característico, um lenço mais expressivo, além do sobretudo verde oliva. A paleta de cores ficou mais equilibrada e sóbria pelo fato dele viajar e precisar entrar em florestas e trilhas menos comuns a humanos.

Como um personagem que viveu dos dois lados, ele é um parceiro ideal para auxiliar Diana nessa viajem, para ajuda-la a conhecer o mundo e protege-la quando possível.

O trocadilho sobre “Moeda Furada” não tem haver necessariamente com ele ser pão duro, mas como sua sorte ter senso de humor, por assim dizer.

x006

Informações de RPG

Bem, eu pretendo disponibilizar as fichas dos personagens baseados em GURPS 3° edição e 4° Edição. (In)Felizmente, não sou muito afeiçoada aos sistemas D20. Comecei a jogar RPG com o bom e básico 3D&T, mas logo que joguei GURPS pela primeira vez foi amor à primeira rolada de dados.

Como meu sistema favorito, todo o universo foi construído em cima do sistema de GURPS 3° edição. Agora que estou tendo maior afinidade com o 4° Edição, aos poucos vou fazer a transição.

Se eu disponibilizar a Ficha dele completa haverá spoilers demais. Então, vou deixar 3 vantagens, 3 Desvantagens, Atributos e Peculiaridades.

ST- 11

DX-14

IQ-13

HT-12

Vantagens: Senso de Direção, Equilíbrio Perfeito, Sorte.

Desvantagens: Vício, Reputação, Segredo.

Peculiaridade: Odeia raízes (sopa e análogos), Leva dois anéis dos pais no pescoço, Toca apenas instrumentos de corda

Recordando ainda sobre a prévia das vendas da nossa edição de Eruve – O Conto da Dama de Vidro:

  • Muito obrigado, pessoal, pelo apoio e suporte que vocês tem nos dados até aqui. Obrigado por todo o amor e carinho de todos vocês que acompanham nosso blog;
  • O preço de Eruve – O Conto da Dama de Vidro é R$15,00 (com o frete já incluso); 
  • Quem fizer reserva da pré-venda vai ganhar um marcador de páginas personalizado de Eruve + a chance de concorrer a um lindo gashapon (action figure) da Diana para colocar na sua estante; 
  • Quem desejar fazer uma reserva, favor envie e-mail com o pedido para: studiopaubrasil@gmail.com com o assunto “Reserva de Eruve” como assunto do email. 

diannapropaganda7

Anúncios

2 comentários Adicione o seu

  1. Nhahahaha as infos foram bem nutritivas a respeito desse lindo macho! e suas marquinhas com a Diana são as melhores ever Mari! nhaahhahahahhaha Continue assim minha Raposita! ❤

    Curtir

  2. Muito bacana! Acho muito interessante como esses RPGs abordam vários aspectos do personagem, fica tudo bonitinho e organizado… xD
    Me deu uma vontade extrema de ter esse volume, tá com um preço muito bom e posso ficar admirando sua arte por horas sem problemas xD vou ver consigo reservar o meu exemplar *contando as moedas*

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s